sexta-feira, 18 de maio de 2012

EXISTE MALDIÇÃO HEREDITÁRIA?

Você já deve ter ouvido falar muito de maldição hereditária (ou maldição de família ou pecado de geração), pois se trata de assunto muito popular no meio evangélico. Essa visão teológica defende que certas pessoas estão sujeitas a maldição por terem nascido em determinada família ou local. A origem para esse problema seriam pecados de antepassados, palavras inadequadamente proferidas por eles, bens "contaminados" que passaram de pai para filho, etc.
  
E esse tipo de problema geraria consequências terríveis para as sucessivas gerações, como alcoolismo, propensão ao adultério ou à lascívia, doenças, etc.
Tudo isso seria causado por demônios que atuariam jutno àquela família, ou grupo social, ou cidade, ou até mesmo um país. 

Foi desenvolvido todo um universo de práticas relacionadas com o combate à maldição hereditária, que vão de cursos e seminários para formação de especialistas na sua quebra, até cultos e outras ações pastorais inteiramente voltadas para esse assunto, que sempre contam com grande interesse do público.

O conceito de maldição hereditária foi desenvolvido no final da década de setenta por líderes pentecostais norte-americanos, como Kenneth Hagin. Aqui esse tipo de teologia encontrou terreno fértil, como forma de combater as religiões de origem africana e o espiritismo, bastante populares entre nós. Mas, infelizmente, esse movimento tem feito mal a diversas pessoas, como mostrarei adiante.

A justificativa para a teologia da maldição
Antes de tudo, é preciso ver o embasamento que os defensores desse pensamento julgam ter. O texto básico para isso é Êxodo capítulo 20, versículo 5, onde está dito que Deus visita a iniquidade feita pelos pais, nos filhos, até a quarta geração. Por esse raciocínio, os pecados dos pais poderiam gerar maldições transferidas para seus descendentes. E como os descendentes, muitas vezes, acabam por pecar da mesma forma, a maldição iria se perpetuando indefinidamente, até ser quebrada.

Outro texto usado é Romanos capítulo 5, versículo 12, onde Paulo fala que
todos os seres humanos sofrem consequências por causa do pecado de Adão, o primeiro homem. Ora, se há uma maldição hereditária causada por Adão, podem existir outras maldições do mesmo tipo.

Os problemas causados por essa teologia

Quando a maldição hereditária é diagnosticada, diz a doutrina que essa pessoa precisaria fazer algumas coisas para quebrar o ciclo negativo: por exemplo, a expulsão de demônios, descarte de bens "contaminados", pedidos de perdão em nome dos antepassados, etc.
 
Mas, na prática, podem ocorrer três tipos de problemas. O primeiro deles é o excesso de diagnósticos de maldições – acabam sendo tantas as “ocorrências”, que as pessoas se sentem fragilizadas e inseguras. 

O segundo problema é que, na ânsia de quebrar a maldição, as pessoas acabam sendo aconselhadas a fazer o que não deveriam, como difamar o nome dos antepassados, coagir familiares a confessar coisas sem sentido, descartar bens de valor, etc.

Finalmente, quando reaparece um “sintoma” espiritual parecendo apontar para uma "recaída", a pessoa pode ficar extremamente confusa, por não saber se o problema foi de fato resolvido. Isso fica ainda agravado pelo fato de que os “remédios” receitados não são os mesmos, dependendo de quem lidera o processo de "cura".

Encontrando descanso na Bíblia
Felizmente não há embasamento bíblico para esse tipo de problema. Em primeiro lugar, porque o texto do Êxodo acima citado se refere às consequências do pecado sendo sentidas pelas gerações posteriores. Por exemplo, filhos de pais alcoólatras podem sofrer de abusos, mal tratos, serem mal alimentados, etc, o que contribue para que eles, por sua vez, também se tornem alcoólatras, abusem dos seus próprios filhos, ou tenham problemas de saúde. Mas não se trata de uma maldição em funcionamento e sim da propagação das consequências dos pecados.

Em segundo lugar, a Bíblia nos diz que o filho não vai repartir a culpa com o pai e nem o pai com o filho (Ezequiel capítulo 18, versículo 20) - cada um é responsável pelos pecados que comete, inclusive perante a justiça dos homens. E é interessante observar que ainda em Ezequiel, quando alguém usa o ditado popular “os pais comeram uvas verdes e os dentes dos filhos é que se embotaram”, Deus respondeu que esse provérbio não deveria nunca ser usado (capítulo 18, versículos 2 a 4).

Em terceiro lugar, porque no mesmo texto de Romanos acima citado, Paulo diz que o sacrifício de Jesus acabou com as consequências do pecado de Adão. Se Paulo estava mesmo falando de maldição hereditária, o que é muito questionado, tal problema acabou 2.000 anos atrás. E Paulo ainda fala que Jesus levou sobre si os nossos pecados e maldições e, por conta de suas feridas, fomos sarados.

Finalmente, porque a maldição bíblica nada tem a ver com pragas, “olho gordo”, etc, coisas tão comuns nas religiões de origem africana. A maldição bíblica decorre do pecado mas quem anda com Deus quebra o ciclo da  maldição daí decorrente.

Conclusão
Não existe a tal maldição hereditária - esse é um conceito desenvolvido recentemente que não tem respaldo bíblico. Esse desenvolvimento teológico, assim como diversos outros – por exemplo a Teologia da Prosperidade -
nasceram na segunda metade do século passado e ganharam força por conta da sua novidade.

Certamente que há pessoas sinceras defendendo essas idéias e eu mesmo conheço diversas. Mas um erro sincero não deixa de ser um erro e pode causar prejuízos para pessoas que, também sinceramente, venham a acreditar nesse tipo de teologia.

Com carinho
Vinicius

17 comentários:

  1. oLÁ VINICIUS,OUVI ISSO NA MINHA IGREJA SEMANA PASSADA SOBRE MALDIÇÃO HEREDITARIA,ONDE INCLUSIVE MEU PASTOR CITOU SOBRE ELI ONDE DEUS MATOU TODOS SEUS FILHOS.NA PREGAÇÃO AINDA DISSE QUE NOS PAIS ASSIM COMO ELI QUANDO DEUS MANDANOS CORRIGILOS E NOSSOS FILHOS NÃO ANDAM NO CAMINHO NOS PAGAMOS POR ISSO QUE DEUS PODE ATE LEVAR A VIDA DE NOSSOS FILHOS" ACHEI TUDO ISSO UM ABSURDO NA HORA VEIO EM MEU CORAÇÃO EZEQUIEL 18

    A PAZ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Me perdoe se te incomodo me interferindo no assunto, mas, não tenho duvida que vc, além de tirar suas duvidas sobre a palavra d Deus, também não deve se calar diante uma situação dessa meu irmão! Ore antes e converse com o seu pastor, mostre a ele a explicação abençoada de Vinicius Moura! Não se sinta encabulado nem acuado, pois, " ...nossa luta não é contra a carne e sim contra potestades..."Defenda a Palavra de Deus, custe o que custar!!!!No final, aconteça o que acontecer, não contra o homem que vc lutou , mas a favor da Verdade, eo que acontecer depois disso tudo, "colaborará para o bem" RM 8:28

      Excluir
    2. Você achou "UM ABSURDO" o que SEU PASTOR pregou, então amado, começa a orar pela igreja que você congrega, para que Deus venha intervir nesse ministério, Por que DEUS "ERROU" na escolha do líder desse ministério. Três coisas pode ter acontecido nesse caso 1ª DEUS "ERROU" NA ESCOLHA, era para você ser o pastor, por que você está com a verdade de DEUS mais "apurado" que o seu pastor, então, era para ser você o pastor, um desperdício no banco. 2ª VOCÊ NÃO UMA É OVELHA, só quem não é ovelha não sabe o seu papel nesse contexto eclesiástico. 3ª O SEU PASTOR NÃO É PASTOR, não tem o "chamado" por Deus para pastorear. eu apostaria que você não sabe quem é no corpo de CRISTO.isso gera esses pensamentos sobre lideres. fica na paz, RECOMENDAÇÕES: Leia mais sua Bíblia, e ore.

      Excluir
    3. sabe Abrao vc deveria esaminar mais as escrituras sagradas (biblia) pois em romanos 5 diz que toda autoridade e estituida por Deus e Deus nunka erra e se todos fossem pastor quem seria as ovelhas mas uma coisa e certa todo ministro do envangelho deve ter uma legitimidade um envio para pregar a palavra de Deus se esse pastor esta fazendo isso sem envio e legitimidade entao ele prestara conta com Deus

      Excluir
  2. Fico feliz de ter ajudado você a tirar essa dúvida. Na verdade, a questão da obrigação dos pais corrigirem sues filhos nada tem com a discussão de maldição hereditária e sim da responsabilidade que os pais têm na vida. Quando Deus puniu os filhos de Eli foi porque eles usavam da posição do pai - sacerdote no tabernáculo de Deus - para tirar proveito próprio, o que era odioso aos olhos do SENHOR. E Eli foi punido porque permitiu - por causa do amor aos filhos, traiu seu compromisso com Deus, como sacerdote.

    ResponderExcluir
  3. Ola vinicius boa tarde!
    Olhaa eu sempre acreditei em maldicao hereditária, sabee, mas ninguém me falou nao..E eu penso assim, pois na família do meu pai e na família da minha, todos, nenhum casamento subsistiu, sabe, nehum ficou todos foram destruídos, entao achaava que poderia ser maldicao HEREDITÁRIA,e penso que se eu nao tivesse conhecido o senhor, iria ter o mesmo fim, mas a graca do senhor me alcancou, apesar de nao ter em casado ainda....e procurando uma outra coisa ví o título, sobre MALDICAO HEREDITÁRIA....Queria que me falasse sobre isso ..Abraco!


    att: Danyla Bernardes

    ResponderExcluir
  4. Conforme eu disse no texto, acredito sim que há famílias que tem propensão para determinado tipo de comportamento - você, por exemplo, se referiu à separação no caso da sua família. Posso lhe dizer que minha família materna tem o mesmo tipo de problema, mas eu não vejo isso como maldição.

    As razões para a repetição do comportamento em diferentes gerações de uma família pode se dever a diversos fatores como forma de criação, fatores genéticos (por exemplo isso acontece no alcoolismo), experiência de vida comum, etc. Acho que atribuir tudo à maldição é um caminho fácil, que muitas vezes nem ataca a raiz do problema. Por exemplo, se o problema for genético, não é uma libertação que vai resolver isso – aí o mais correto seria pensar em cura para um problema físico.

    Há toda uma indústria de livros e ministérios que usam a libertação de maldições como foco. Mas eu não vejo nada disso acontecendo na Bíblia, com Jesus e os apóstolos. Essa é uma visão de doutrina cristã que foi introduzida nas últimas décadas. Afinal, a Bíblia fala claramente que Jesus carregou sobre si nossas maldições. Logo, como poderíamos estar sujeitos s tudo isso?

    Espero ter ajudado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu creio na bíblia onde fala que Jesus carregou sobre si nossas maldições. mas conheço pessoas que diz que temos que quebrar as maldições hereditária, como se Jesus já levou todas nossas maldições?

      Excluir
  5. MUIITO MUITO MUITO OTIMOO!!! QUE O CRIADOR CONTINUE TE DANDO SABEDORIA E QUE O IRMAO CONTINUE COMPARTILHANDO CONOSCO ESSAS MENSANNES MARAVILHOSAS

    ResponderExcluir
  6. galatas cp 3vc 13 cristo nos resgatou da maldiçao da lei,fazendo-se ele próprío maldiçao em mosso lugar um pessoa crente nacinda de novo linberta em cristo toda maldiçao e crebrada que nao aseitou cristo esta debaijo de maldiçao, amem, que ta na igreija sai estes mal e pior

    ResponderExcluir
  7. olaa paz do Senhor vinicios, mais veja só, quando não aceitamos a Jesus como salvador de nossas vidas porem somos filhos do diabo e criaturas de Deus, existem maldições proferidas e maldiçoes de macumba feitiçaria e a hereditária, como diz em 2 corintios 5-17, as coisas velhas ja passaram eis que tudo se fez novo, se alguem esta em Cristo nova criatura é, aceitar a Jesus como salvador é o que basta para quebrar todas as maldiçoes e inclusive a hereditária, eu até fiz um hino com esta passagem rs,vc aceitou Jesus não existira mais hereditariedade, o sangue de Jesus nos purifica, nos limpa, Ele se fez maldito p nos salvou de todas as maldições e inclusive hereditaria, mais que não aceitou Jesus eu acredito que as consequencias dos pais podem cair sim sobre eles como exemplo cam, foi amaldiçoado por seu pai noé por escandalizar sua nudes aos irmãos Gs 9-20-27.
    um abraço vinicios e a Paz do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
  8. Graça e paz irmão Vinícius...E com relação ao texto de 1Rs 11 que a partir da desobediência de Salomão, Deus impõe-lhe que a sua descendência iria sofrer pelos seus atos e perderiam o reino, não todo, por causa de Davi. Ouve maldição hereditária neste caso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa essa pergunta.

      Entendo o que Deus disse para Salomão é que estava retriando sua benção e proteçao. Um reino como israel, que estava no meio de dois poderes muito maiores - um na Mesopotamia e o Egito - somente pode crescer e prosperar por do apoio de Deus. Retirado esse apoio divino, começou a derrocada.

      Assim, não vejo a perda do Reino como uma maldição. E sim como uma consequencia dos atos de um rei - Salomão - que se refletiram na vida dos seus descendentes.

      Aliás, se você ler sobre a vida do filho de Salomão, verá que a divisão do reino entre norte e sul se deu por questões econômicas (excesso de impostos) e políticas. Se o filho tivesse tido uma postura mais tolerante, o resultado teria sido outro. Mas ele já estava tomado por aquela sensação de onipotência que a riqueza excessiva traz. Deu no que deu.

      Excluir
  9. Paz, Vinicius! Assim que me converti fui "doutrinado" sob essa heresia chamada Maldição Hereditária, felizmente e pela GRAÇA de DEUS, pude enxergar nas escrituras que Jesus se fez maldito naquela cruz, e ao ressuscitar venceu a morte e os seu aguilhões, em CRISTO somos transportados do reino das trevas para o Reino da Luz. E o seu amor nos purifica e nos liberta de todo mal, pois nenhuma condenação há para quem esta em CRISTO JESUS O SENHOR! Deus abençoe a todos!

    ResponderExcluir
  10. A Paz do Senhor,
    Cheguei a acreditar em maldições hereditárias por um curto espaço de tempo, todavia logo nota-se uma contradição ao ler as escrituras, principalmente quando vemos que Jesus se fez maldição por nós, e que quando nos tornamos seguidores de Criso, somos nova criatura- O que gera a contradição com as maldições hereditárias.
    Concordo plenamente com seu ponto de vista ir. Vinicius, o que existe são alguns transtornos psicologicos, feridas abertas, falta de liberar perdão, que nos levam a ter as mesmas atitudes de nossos pais e a cometer os mesmos erros.

    ResponderExcluir
  11. A paz!
    Obrigado pela explicação! Sempre tive dúvidas e cheguei até a acreditar em "maldição hereditária"! Graças a sua explicação simples e direta minhs dúvidas foram sanadas!

    ResponderExcluir
  12. Hoje no trabalho quando falaram de maldição hereditária, mesmo sem ter um conhecimento profundo e por ter pouco tempo de vida cristã,já fui contra e dizendo que fui lavado e remido pelo sangue de Cristo,quase ouve briga kkk,Minhas dúvidas foram esclarecidas na palavra de Deus,agradeço a cada um dos irmãos acima.Que a graça e a paz de Cristo estejam com todos vcs ,obrigado ao irmão Vinícios por criar esse blogger que é uma benção.

    ResponderExcluir